Vale da Vilariça

  • 01

O Vale da Vilariça, corresponde a uma falha tectónica, preenchida pelos aluviões originados pelas cheias – localmente denominadas de “rebofas” – provocadas pelo refluxo das águas do Sabor e da ribeira da Vilariça em alturas de cheias no Douro. Os terrenos fertilizados por estas cheias tornam-se ubérrimos.
Ficaram famosas por todo o país e além-fronteiras as enormes produções de linho cânhamo (desde a Idade Média), cereais e produtos hortícolas, particularmente o melão, o feijão e o grão. São igualmente conhecidas as experiências com a produção de tabaco. A partir do séc. XX, o cultivo da vinha tornou-se dominante, restando, na atualidade poucos espaços para a produção de outras culturas. Recentemente, tem-se assistido ao ressurgir da produção hortícola no vale, com destaque para a abóbora, o melão, as couves, o feijão, o tomate, os morangos.
É importante referir que este vale é uma importantíssima linha migratória para as aves, devido aos cursos de água aí existentes – Ribeira da Vilariça e o Ribeiro Grande – e as suas albufeiras de rega.
Desfrute deste belíssimo território, que se estende pelos concelhos limítrofes de Vila Flor, Alfândega da Fé e Mogadouro.