Artesanato

O concelho de Torre de Moncorvo foi um local marcado pela grande diversidade de tradições artesanais. Destacaram-se os laboriosos trabalhos dos ferreiros, oleiros, cereeiros, latoeiros, cesteiros e tecedeiras.
Atualmente sobrevivem ainda alguns ofícios.

Em Felgueiras, a transformação dos casulos em cera e depois em velas sofreu uma evolução e adaptou-se aos novos tempos, surgindo novos trabalhos de grande gosto artístico, em que se conjuga a matéria-prima por excelência com motivos florais e ervas aromáticas. Pode-se ainda visitar o lagar tradicional da Cera, entretanto musealizado.

É de particular interesse os trabalhos das tecedeiras, nomeadamente as famosas mantas e tapetes de Urros, feitos de lã de ovelha, com as cores garridas e os desenhos fruto da inspiração espontânea de quem as tece. São igualmente encantadores os trabalhos de renda que preenchem as tardes das senhoras nas ruas das aldeias, bem como o fabrico dos cestos na Lousa.

Nos últimos anos, surgiu uma forma de artesanato urbano, em que se conjugam várias formas de trabalhos manuais, fabricando elementos decorativos para o dia-a-dia, bem como uma gama diversificada de acessórios: carteiras, porta-moedas, colares, chapéus, gorros, ….